MTEC Energia

O perigo das seguradoras credenciarem oficinas mecânicas sem registro em conselho profissional


Seguradoras têm a responsabilidade de credenciar oficinas mecânicas que sejam capazes de prestar serviços de qualidade e segurança aos seus segurados. No entanto, essas empresas falham ao credenciar oficinas sem registro em conselhos profissionais, sem profissionais habilitados em seus quadros funcionais e sem responsável técnico (RT) para garantir a qualidade dos serviços prestados.

Esse equívoco das seguradoras pode resultar em graves consequências para os clientes, como o caso recente em que uma seguradora foi condenada a indenizar um segurado em quase R$ 925 mil após seu veículo ter sido reparado em uma oficina credenciada com peças adulteradas. Basta observar que não foi citado, em nenhum momento, que a empresa e os funcionários cumprem com as exigências legais relativas ao exercício profissional e suas atribuições.

Infelizmente, muitas seguradoras ainda não reconhecem a importância desse registro e acabam credenciando empresas que não cumprem as normas e regulamentações necessárias para realizar serviços de manutenção mecânica de veículos automotores. Ou seja, não exigem das empresas o registro no sistema CFT /CRT e emissão de TRTs anexados à nota fiscal de peças e serviços.

Esse caso ilustra claramente o descompasso entre as atividades econômicas e a lei. Mostra a importância da seguradora tomar o cuidado ao escolher uma oficina mecânica e a necessidade de verificar se a oficina é registrada em conselho profissional. Além disso, se tem Técnicos em Mecânica ou Automobilística habilitados e o RT devidamente cadastrado.

Por sua vez, consumidores precisam ser mais conscientes e exigentes na hora de escolher uma oficina mecânica para reparar seus veículos. É preciso verificar se a empresa possui registro em conselho profissional de Técnicos Industriais (CFT/CRT) e exigir da seguradora que indique apenas empresas credenciadas.  Além de verificar se seus profissionais são habilitados e capazes de emitir o Termo de Responsabilidade Técnica - TRT, garantindo a qualidade dos serviços.

É mister, inclusive, que a justiça exerça um papel pedagógico, não apenas conduzindo o processo, mas também conscientizando a sociedade sobre a importância de seguir as regras e regulamentações concernentes à exigência de registro no Conselho dos Técnicos Industriais e emissão de TRTs para garantir a qualidade dos serviços de manutenção mecânica.

Essa falta de atenção dos operadores do direito é recorrente e, como mostra o processo de condenação da seguradora, gera prejuízos a toda a sociedade. Ou seja, o magistrado arbitrou a sentença sobre a seguradora desconsiderando a obrigação, por lei federal, que a oficina mecânica tem de apresentar registro em conselho de classe.

Inclusive já tratamos desse assunto aqui no blog quando falamos do caso de indenização vitalícia concedia a pedreiro sequelado em obra, onde a justiça ignorou a informalidade laboral e o exercício ilegal da profissão de Técnico em Edificações.

Não se deixe enganar! A única maneira segura de contratar serviços de reparos automotivos em oficinas mecânicas credenciadas por seguradoras é garantindo que todas as normas e regulamentações necessárias para a prestação de serviços foram atendidas. Somente assim você pode ter certeza de que está recebendo um serviço de qualidade e que o seu veículo estará em boas mãos.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postagem Anterior Próxima Postagem