terça-feira, 3 de março de 2020

Proteja seu celular de hackers com essas dicas
Emerson Tormann21:09



No cenário atual, não há dúvida de que o celular seria o primeiro aparelho selecionado pelos usuários como sendo o preferido. Com a alta penetração do uso da tecnologia móvel, a ampla variedade de aplicativos móveis de serviços bancários, pagamento de comerciantes via email, estilos de vida e jogos também foi introduzida como sendo parte de nossa vida diária. As experiências do usuário seriam os principais elementos para o sucesso dos aplicativos móveis.

Além das experiências do usuário e dos layouts sofisticados, outro lado do celular que as pessoas devem procurar é a segurança. Semelhante aos computadores de mesa e laptops, os dispositivos móveis (como iPhones, iPads, dispositivos Android etc.) devem ser protegidos adequadamente para evitar vazamento de informações confidenciais do usuário ou comprometimento dos dispositivos móveis. Como tal, vários pontos de consideração de segurança para facilitar as proteções de dispositivos móveis são ilustrados a seguir:

1. Bloqueie o celular com senha e impressão digital

Se o dispositivo móvel for perdido ou roubado, a proteção por senha / impressão digital poderá impedir o uso não autorizado do dispositivo. No entanto, se uma senha fraca for usada, o dispositivo móvel poderá ser facilmente desbloqueado. Embora não seja fácil definir uma senha complexa no dispositivo móvel, também é recomendável usar uma senha que não possa ser adivinhada com facilidade e ativar um segundo fator de proteção como a impressão digital.

2. Tenha cuidado ao acessar pontos de acesso Wi-Fi / sem fio públicos

Os pontos de acesso Wi-Fi / sem fio públicos são extremamente inseguros. Portanto, tente não realizar transações de pagamento ou transmitir dados confidenciais por meio de pontos de acesso Wifi / Wireless públicos. Considere também o uso de criptografia, como SSL ou VPN do Brasil, se possível ao fazê-lo.

3. Não deixe seu celular sem vigilância

O dispositivo deixado sem vigilância pode ser furtado. Também aumenta o risco de uso não autorizado do dispositivo ou até de vazamento de dados. Como tal, a configuração de senha / impressão digital seriam as formas possíveis de proteger os dados e o dispositivo.

4. Evite os recursos de pagamento automático ou logon automático sem re-confirmação

Os serviços de pagamento móvel podem trazer excelentes experiências para o usuário. Alguns aplicativos móveis ou serviços da web podem oferecer recursos semelhantes usando “lembrar nome de usuário” ou “lembrar senha”, para que não seja mais necessário digitar a senha para iniciar as ações de login ou pagamento. Se for esse o caso, considere não ativar o "lembrar nome de usuário" ou "lembrar senha" para reduzir o risco de uso não autorizado, caso o dispositivo seja perdido ou roubado. 


5. Tenha cuidado com os esquemas de engenharia social / phishing

Os atacantes sempre buscam informações / dados pessoais sensíveis, porque a venda desse tipo de informação pode gerar lucro. Os cibercriminosos sempre usam meios de engenharia social (como e-mails de phishing, links de URL) para atrair pessoas para fornecer informações pessoais. Portanto, ao navegar na Internet, preste muita atenção aos possíveis links maliciosos que podem ser prejudiciais aos usuários.

6. Considere usar o Modo Privado / Seguro ao navegar na Internet

Os dispositivos móveis da geração atual forneceriam o modo privado / seguro ao navegar na Internet. Para uma perspectiva de segurança e privacidade, considere ativar esse modo para que os comportamentos de navegação do usuário não sejam facilmente rastreados / rastreados.

7. Desative aplicativos e opções não utilizadas

Para reduzir o risco de segurança, sugere-se limitar a utilizar apenas os aplicativos, opções e serviços necessários para os dispositivos móveis. Por exemplo, menos aplicativos instalados, menos atualizações de software para vulnerabilidade de segurança são necessárias. Por outro lado, quando não é necessário usar o Bluetooth ou o Infravermelho, também é recomendável desativá-los para reduzir o risco de acessos de rede anormais aos dispositivos móveis.

8. Mantenha o sistema operacional e os aplicativos móveis atualizados

Para atenuar as ameaças de segurança de dispositivos móveis, é necessário executar atualizações de segurança ou algum patch para os aplicativos e o Sistema Operacional (SO) dos dispositivos móveis, habilitando a atualização automática ou aceitar atualizações de segurança quando solicitado por fontes confiáveis, como fabricantes de dispositivos / SO / aplicativos para para corrigir as brechas ou vulnerabilidades de segurança conhecidas.
Categoria : , ,


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter