sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Sistema de monitoramento da Enel Distribuição Goiás identifica mais de 1,2 milhão de raios no Estado em 2019
Emerson Tormann21:23

Incidência praticamente dobrou em relação a 2018, quando foram registradas cerca de 611 mil ocorrências; descargas atmosféricas podem provocar interrupções no fornecimento de energia, curtos-circuitos, queima de equipamentos e até acidentes fatais

(Foto: Reprodução)

O sistema de monitoramento de raios da Enel Distribuição Goiás registrou 1.216.926 raios durante o ano de 2019, praticamente o dobro do número contabilizado em 2018, quando houve 611.280 ocorrências no Estado. Além de causar interrupções no fornecimento de energia, as descargas atmosféricas podem provocar curto-circuito, queima de equipamentos e acidentes fatais.

Técnicos do Centro de Operações da distribuidora monitoram em tempo real, 24 horas por dia, as condições climáticas em Goiás, em parceria com o Climatempo. O objetivo é monitorar a evolução das tempestades e apoiar a mobilização das equipes em campo, com foco na minimização do tempo de atendimento em casos de interrupção no fornecimento de energia. “Ao ser detectado um risco, as equipes de manutenção são acionadas, permitindo aos técnicos um maior tempo para planejar as ações em campo”, explica o responsável por Operação e Manutenção da Enel Distribuição Goiás, José Januário de Oliveira Neto.

José Januário informa que apenas de 1º a 13 de janeiro deste ano foram registradas mais de 73 mil descargas atmosféricas em Goiás. “O resultado disso é que cerca de 20% dos desarmes do sistema elétrico são causados por essas descargas elétricas.”

Para evitar danos materiais e físicos, a Enel Distribuição Goiás lista dicas de segurança que alertam sobre os cuidados que os clientes devem manter dentro e fora de casa durante tempestades.

Cuidados dentro de casa
  • Evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada;
  • Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;
  • Evitar consertos de instalações elétricas;
  • Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa
  • Evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas;
  • Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.

As informações são do Mais Goiás


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter