sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Problema novo
Emerson F. Tormann19:22



Países da América do Sul enviam e recebem energia uns aos outros quando há risco de apagão, mas não é uma relação comercial.

É um acordo bilateral entre os países que envolve transmissão de megawatts: "Quando um precisa, o outro entrega", diz Luiz Barata, diretor do ONS.

As geradoras brasileiras não enfrentaram, até recentemente, cenário de sobra de energia. A situação de três térmicas descontratadas é inédita. Exportar para a Argentina seria uma saída.

Se esses acordos forem fechados, não vão poder influenciar tarifas no Brasil.

"Os preços aqui são calculados a partir do custo marginal de produção. Se houver exportação, essa carga não vai ser levada em conta e não vai afetar esse cálculo."

Maria Cristina Frias
Fonte: Folha de S. Paulo


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter