quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Medidores eletrônicos da tarifa branca ficam para 2018
Emerson F. Tormann17:40

Implantação da modalidade também foi adiada pela Aneel. Inmetro aprovou até agora apenas um dos modelos de equipamento em avaliação

A Agência Nacional de Energia Elétrica adiou para 1º de janeiro de 2018 o prazo final para a adoção de sistemas de medição de energia destinados a unidades consumidoras de baixa tensão que aderirem à tarifa branca. A expectativa é de até essa data os medidores eletrônicos aprovados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia já tenham sido adquiridos pelas distribuidoras e estejam disponíveis para instalação.

Em 2018, a modalidade tarifária branca estará acessível aos consumidores com gasto mensal de energia superior a 500 kWh. Eles poderão optar por esse tipo de tarifação, que prevê a aplicação de valores diferenciados para o consumo de energia nos horários de ponta e fora de ponta, por meio da aplicação de descontos. Até 2020, a opção será aberta a todos os demais clientes.

O Inmetro aprovou em junho de desse ano o primeiro modelo de medidor de energia elétrica de múltipla tarifação. Outros 18 processos de homologação de sete fabricantes de equipamentos estão em análise pelo órgão, sem data para serem concluídos.

O prazo inicial para o início de instalação dos medidores era fevereiro de 2014, mas o cumprimento da meta dependia da aprovação de modelos pelo Inmetro para que houvesse a compra de equipamentos pelas distribuidoras. A própria Aneel teria que definir os procedimentos de aplicação da tarifa.

Fonte: Agência CanalEnergia


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter