quarta-feira, 6 de julho de 2016

Enel inicia construção de usina solar de US$ 300 milhões no Piauí
Emerson F. Tormann15:20



A elétrica italiana Enel, por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil Participações, iniciou a construção da usina de energia solar de Nova Olinda, em Ribeira do Piauí (PI), que terá 292 MW de capacidade instalada e consumirá US$ 300 milhões em investimentos. Uma vez concluída, o que está previsto para ocorrer no segundo semestre de 2017, está será a maior usina solar da América Latina, informou a empresa e produzirá mais de 600 gigawatts-hora (GWh) por ano, energia suficiente para atender às necessidades anuais de cerca de 300 mil residências brasileiras.

Atualmente a Enel já possui a maior usina solar em operação no País, a Fontes Solar, de 11 MW, e está construindo Ituverava, de 254 MW, que passará a ser o segundo maior projeto de energia solar do Brasil.

A energia a ser gerada por Nova Olinda, cerca de 600 GWh por ano, já foi comercializada em leilão de reserva realizado em agosto do ano passado, o que resultou em um contrato de compra de energia (PPA - Power Purchase Agreement) de 20 anos. Neste mesmo leilão, o Grupo Enel vendeu energia de outros dois parques solares, Horizonte (103 MW) e Lapa (158 MW).

O gerente da Enel para o Brasil, Carlo Zorzoli, destacou, por meio de nota, que a companhia pretende continuar investindo para crescer de maneira sólida no setor de energia no País. "O governo brasileiro tem desenvolvido um processo atrativo e bem estruturado de leilões e temos construído o nosso sucesso no País com base na nossa tecnologia líder de mercado, excelência em financiamento e reputação", declarou, por meio de nota.


Fonte: Valor Econômico / ISTOÉ Dinheiro


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter