terça-feira, 14 de junho de 2016

Parceria prevê descarte correto de TVs de tubo
Emerson F. Tormann15:31

Foto: Flckr


A ONG Programando o Futuro e a Seja Digital, entidade responsável por gerir o processo de migração do sinal analógico de TV para o digital, anunciarão nesta terça-feira (14), às 15h, a parceria que vai promover a disseminação do descarte correto dos televisores de tubo que deixarão de receber o sinal da TV Analógico.

Todos os anos, cerca de 1,4 milhão de toneladas de aparelhos eletrônicos são descartados e vão para o lixo no Brasil, de acordo com relatório da ONU. Isso acontece porque, em muitos casos, o conserto desses equipamentos, como computadores e televisores antigos, pode custar tão caro quanto um aparelho novo. O problema é que os tubos dos televisores são compostos por muitos elementos extremamente poluentes, como os metais chumbo, cádmio, mercúrio e berílio.

Até dezembro de 2018, quando todo o Brasil terá o sinal da TV Analógica substituído pelo sinal da TV Digital, o volume de equipamentos descartados deve aumentar consideravelmente. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15 milhões de domicílios em todo o Brasil ainda utilizam apenas a TV Analógica (tela plana ou tubo).

“A parceria com a ONG Programando o Futuro irá nos ajudar a promover a conscientização do descarte adequado dos equipamentos obsoletos quando as famílias de Brasília substituírem suas TVs por aparelhos mais novos”, afirma Antonio Carlos Martelletto, diretor geral da Seja Digital.

A ONG Programando o Futuro, em parceria com a Seja Digital, lançará a campanha Minha Velha Nova TV, que tem 35 pontos de coleta de lixo eletrônico no Distrito Federal e regiões próximas. Os equipamentos recolhidos serão restaurados e doados a famílias carentes ou destinados para a reciclagem.

A parceria ainda irá promover a Caravana Digital, projeto itinerante que tem como carro-chefe um ônibus adaptado para se tornar uma sala de aula volante. Sempre que chegar a uma nova comunidade, o ônibus abre suas portas para ensinar a população o que deve fazer para que a TV Analógica passe a receber o sinal da TV Digital. A oficina Sintonize-se, que também será realizada no ônibus, vai orientar a comunidade a fazer a sintonia dos canais na TV.

Além disso, serão 20 inaugurados Pontos de Aconselhamento Comunitário, onde voluntários orientarão a população sobre o que é preciso fazer para preparar as TV para receber o sinal digital. Por fim, o Programando o Futuro contratará 5 jovens lideranças comunitárias para realizar rodas de conversas e organizar mutirões de agendamento para retirada de kits para TV Digital em Luziânia, Novo Gama, Cristalina, Cidade Ocidental e Valparaíso.

Fonte: Jornal de Brasília


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter