segunda-feira, 21 de março de 2016

Brasília se prepara para lançar programa de incentivo ao uso da energia solar
Emerson F. Tormann16:36


Segundo especialistas do setor, Brasília tem um enorme potencial para aproveitamento desse tipo de energia e a área de telhados do Plano Piloto e dos Lagos Sul e Norte suficiente para gerar a energia para todo o Distrito Federal

O governo do Distrito Federal promete lançar ainda este semestre o programa Brasília Solar, que propõe incentivar o uso de energia solar fotovoltaica (que utiliza placas para converter luz solar em energia elétrica) no DF. No final da última semana o grupo de trabalho encarregado de discutir e apontar soluções para implementar a idéia, discutiu discutidos os passos para a criação do programa;
Foram compiladas propostas discutidas em encontros com parceiros que integram o grupo e apresentadas durante consulta pública — entre 15 de janeiro e 15 de fevereiro, no site da Secretaria do Meio Ambiente e que agora serão levadas ao governador Rodrigo Rollemberg.

Expectativa
Segundo o secretário do Meio Ambiente, André Lima, a expectativa é lançar o projeto ainda no primeiro semestre. "A energia solar precisa avançar em Brasília e se tornar realidade, como já ocorre em várias partes do mundo." Estudos presentes na carta consulta apresentada à população mostram que o DF tem grande potencial para utilizar esse tipo de energia.
De acordo com o secretário, cerca de 40 pessoas participaram da consulta pública para a elaboração do texto que seguirá para o governador. Entre as colaborações, muitas eram comentários sobre a iniciativa e outras questões técnicas que foram anexadas ao que já estava sendo discutido pelo grupo de trabalho.

Comitê gestor
A ideia é que seja criado no decreto um comitê gestor para o programa, com três grupos específicos. Eles tratarão sobre capacitação, arranjos financeiros e projetos estratégicos.
Com relação a capacitação de mão de obra especializada, já está avançada A discussão para a formação de técnicos especializados na instalação das placas fotovoltaicas. Trata-se de uma parceria entre as secretarias do Meio Ambiente e do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).
Os outros dois outros grupos se empenharão, respectivamente, para identificar oportunidades de financiamento e desenvolver as ideias. A proposta é que se trabalhe a princípio com projetos-pilotos referentes, por exemplo, a agricultura familiar e feira, habitação popular, condomínios horizontais e prédios públicos como escolas, hospitais e parques.

Oportunidade
Segundo a assessora especial de Clima, da secretaria, Leila Soraya Menezes, ss estudos iniciais mostram que se trata de uma excelente oportunidade. "A área [por metros quadrados] de telhados do Plano Piloto e dos Lagos Sul e Norte é suficiente para gerar a energia necessária a todo o Distrito Federal."

A tecnologia também significa ganhos ambientais por usar uma fonte limpa e renovável, segundo Leila. "Mapas de insolação comprovam que [a fonte] é bastante farta em Brasília." Ainda de acordo com a assessora especial, todas as projeções climáticas apontam escassez de água nos próximos anos, o que no Brasil significa, atualmente, carência de energia. "Temos de estar preparados", alerta Leila.

Fonte: Fato Online


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter