terça-feira, 8 de setembro de 2015

Garnero quer investir em energia solar e biotecnologia (Panorâmica)
Emerson F. Tormann08:46

Grupo Garnero+Mario Bernardo Garnero+Mario Garnero+Brasilinvest
AQUISIÇÕES

Depois de comprar a camisaria Colombo, numa transação de US$ 330 milhões, o empresário Mário Garnero, de 78 anos, prepara-se para fazer novos investimentos fora do País, onde ele passa mais da metade do ano. A idéia do empresário, que já foi presidente da Volkswagen e chegou a ser banido do mercado financeiro nos anos 1990, é replicar o modelo de investimento que usou com a Colombo para fazer aportes em empresas de energia solar e de biotecnologia dos EUA e da Europa. Garnero aposta no modelo de Spacs (empresas de aquisição de propósito específico) para levar adiante esse projeto. A companhia resultante da união do Grupo Garnero com o Grupo Colombo, por exemplo, será uma Spac, listada na Nasdaq. No ano passado, o grupo captou US$ 145 milhões de investidores internacionais para aplicar em ativos que eles não sabiam quais eram. A Spac tem dois anos para dar certo, ou os acionistas podem sair do negócio. "O modelo é diferente do private equity, porque tomamos o risco inicial", diz Garnero, que no Brasil é dono da empresa de investimentos Brasilinvest.

Fonte: O Estado de S. Paulo


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter