terça-feira, 23 de junho de 2015

Setor Elétrico: Curtas
Emerson F. Tormann10:07

Eletrobras vai à Justiça contra greve

A Eletrobras decidiu entrar com ação na Justiça contra a greve dos funcionários, que ontem completou 22 dias, por Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Os trabalhadores da Base Rio, que reúne a holding e as subsidiárias Furnas, Eletronuclear e Cepel, rejeitaram a proposta de PLR e a estatal não pretende negociar uma nova, segundo informou o diretor da associação dos empregados da companhia, Aeel, Emanuel Torres. De acordo com ele, os empregados da maioria das outras bases, entre elas Chesf, Eletronorte e Eletrosul, aprovaram a negociação e já voltaram ao trabalho. Correio Braziliense


Calotes na conta de luz crescem 11%

Os calotes nas contas de energia elétrica cresceram 11% em 2015 até abril, na comparação anual, segundo a Serasa Experian. O aumento foi impulsionado pela alta das tarifas. Os casos de inadimplência no setor tiveram alta de 8,3% em 2014. As contas de energia elétrica no país já ficaram 41,94% mais caras nos primeiros cinco meses de 2015, acumulando em 12 meses avanço de 58,47%. Reuters

FGTS: R$ 10 bi para infraestrutura


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) quer usar os RS 10 bilhões de reforço do fundo que conta com recursos da poupança forçada dos trabalhadores para financiar projetos de infraestrutura de energia e logística, como a Hidrelétrica de Santo Antônio, a usina nuclear Angra 3 e os aeroportos de Galeão e de Guarulhos.

A reportagem obteve a relação dos empreendimentos que o BNDES apresentou ao fundo de investimento que usa os recursos do FGTS (FI-FGTS) para aplicar em projetos de infraestrutura. No total, as sugestões somam R$ 10,8 bilhões. A análise será feita na próxima reunião do comitê de investimento - que conta com representantes do governo, dos trabalhadores e dos patrões, marcada para amanhã.

Depois que o conselho curador do FGTS autorizou o reforço do caixa do banco com os recursos do fundo, os desembolsos para esses projetos, que já estão em obras, dependem do aval do comitê do FI-FGTS e da aderência deles às regras do fundo de investimento. Se algum deles for recusado, o BNDES terá que trocá-lo por outro.

Na relação entregue pelo BNDES estão aportes de R$ 45 milhões na Usina Hidrelétrica de Santo Antônio. Os membros do comitê podem ponderar que essa usina em construção no Rio Madeira, em Porto Velho (RO) já recebeu R$ 2 bilhões em financiamentos do fundo, segundo o último balanço. O consórcio construtor da usina é formado pelas empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez.

Outro investimento que pode ser vetado pelo comitê é a destinação de R$ 173,5 milhões para a construção do aeroporto privado Catarina, projeto da construtora JHSF localizado em São Roque (SP). A JSFH quer construir uma espécie de mini-cidade, batizada de Parque Catarina, nos dois lados da Rodovia Castelo Branco. O projeto prevê um shopping, três torres de escritórios, um centro médico e hospitalar, uma escola ou faculdade e um hotel. Jornal do Commercio (RJ)

Sobrevoo Eletrizante - Avião elétrico modelo Sora-e da ACS Aviation e Itaipu Binacional


Torre de TV - Brasília / DF
Sobre o blogueiro Emerson F. Tormann Possuo conhecimentos avançados em engenharia de redes de computadores e infra estrutura de servidores (o famoso CPD). Cabeamento estruturado: lógica, elétrica estabilizada (nobreak/gerador) e telefonia (centrais telefônicas). CFTV e sistemas de monitoramento e inspeção remotos. Facebook e Twitter